quarta-feira, março 07, 2007

Com o espírito e os neurónios blindados

Com o espírito e os neurónios blindados
(a propósito do dia 8 de Março de 2007)
Teresa Sá e Melo

Estamos salvos dos inimigos, blindámo-nos!
Quais são as regras para desenvolver a economia dos países da Europa Ocidental segundo o modelo europeu da economia social de mercado?
1º- Definir quais as áreas estratégicas para cada país, como a energia, as telecomunicações e a água, geralmente aceites por todos.
2º- Com base nessa premissa, considerada a base da soberania do Estado, injectar milhares de milhões de euros do orçamento desse Estado para financiar as empresas público-privadas das áreas ditas estratégicas. Públicas no investimento e privadas nos benefícios da actividade monopolista.
3º- Escolher dezenas, de entre os súbtidos do Reino, colocando os nomeados nos Conselhos de Administração dessas empresas, com contratos empresariais blindados e remunerações não salariais de milhões de euros.
4º- Manter a moderação salarial dos assalariados ao mesmo tempo que o crescimento exponencial dos benefícios empresariais.
5º- Assegurar durante anos a fio na Europa, que a parte dos salários na recuperação económica e no aumento do PIB é a mais baixa de todas as parcelas incluídas nos benefícios desse crescimento de produtividade e de riqueza.
6º- Assegurar um aumento de riqueza e de benefícios empresariais constantes com constantes ameaças de despedimento de assalariados ou deslocalização das empresas.
7º- Se todas estas condições não bastarem para reduzirem a zero os (in)activos cidadãos europeus, aprumam-se novos estímulos, prostituindo também outras actividades de lazer.
Conclusão, o modelo europeu da economia social de mercado é construído por umas dezenas de prostitutos no topo da pirâmide social, os quais estabelecem as regras de blindagem de um mercado de 500 milhões de europeus.

2 Comentários:

At 3:33 da manhã, Blogger seagapo said...

Sem querer ofender...Bruxa, não se queime com a pólvora que descobriu.

O modelo europeu já á algum tempo que se vem distanciando da sua matriz social, e se aproximando cada vez mais de uma matriz perigosamente economicista. Existe um fosso enorme entre os 500 milhoes de europeus, e uma elite autista sem substracto e submissa... Desconfio que o tamanho do fosso é tal, que já não vale a pena gritar. Sociedade rouca.

 
At 9:23 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Descubram pólvora à vontade!
E se nos queimarmos, que seja.

Nunca é demais explicar o que se passa, repetir, gritar até ficar rouco porque há mta gente que ainda não ouviu.
Pior, há cada vez mais gente que tem por objectivo que não se diga que já se descubriu a pólvora ...

 

Enviar um comentário

<< Home